domingo, maio 22, 2005

Desliga o Chama Louco!

Definitivamente eu preciso desligar o meu Chama Louco! É muita coisa para uma pessoa só...
Chama Louco, para quem não sabe, é um mecanismo, ainda não estudado pela Ciência, que fica escondido em alguma parte da gente e, quando acionado, atrai as pessoas mais bizarras. É uma espécie de ímã de loucos, bizarros, chatos, “dodóizinhos” e afins.
Todo mundo possui um Chama Louco, mas ele pode se manifestar ou não. Têm pessoas que nunca atraíram um louquinho na vida; outras, algumas vezes. Mas há aquelas que estão fadadas a conviver eternamente com o Chama Louco ligado. Eu me encaixo nesta terceira categoria...
Não lembro muito bem como isto começou. A minha lembrança mais remota é de um louquinho que pegava ônibus comigo, quando eu ia para a escola. Por algum motivo inexplicável, ele teve uma empatia tão grande comigo que eu tinha sempre que olhar o seu caderno de aula... Eu morria de vergonha daquela situação, pois ficava todo o ônibus me observando. Pelo menos, na minha paranóia de adolescente, eu pensava que sim.
Desde este episódio, o Chama Louco não me deu mais trégua. Sou a rainha de atrair gente estranha, com um parafusinho a menos. Acontece quando menos se espera: pode ser numa fila, numa festa, na faculdade. É só você se distrair e pronto! O louquinho vai estar do seu lado, todo feliz, puxando papo com você. Chama Louco a Mil!!! Desliga!!!
O meu Chama Louco é especialista em um tipo específico: homens problemáticos. Nossa, conheci tantos homens com “traumas” tão diferentes que dá pra fazer uma lista enorme. E eu só tenho 23 anos! Ultimamente, tenho sido bombardeada pelo tipo homem com filho. Eu gosto de crianças e tudo mais e até encararia me envolver com um cara legal que tivesse um filho, mas o problema é o pacote que isto inclui: eles são sempre ou recém-divorciados, ou pegos de surpresa pela paternidade, ou têm situações mal-resolvidas com a ex. Já pensei até em usar este meu “talento” e montar uma creche... Sério.
Como você vai adivinhar que o cara é todo enrolado? Não está escrito na cara não existe um tipo físico específico, não tem nada que possa diferenciá-los. Mas eu sempre com encontrá-los numa multidão. Que inferno!
Você está lá beijando a criatura e de repente ela te fala “Eu tenho um filho”, ou “Eu sou divorciado e tenho um filho” ou, a bomba, “Eu sou casado e tenho um filho”. Bah, quer algo mais “corta clima” que isto? Um soco no estômago seria mais sutil...Como diria minha grande amiga Gisele, “Desliga o Chama Louco! Desliiigaaaa!!!!!!”.

3 Comments:

Anonymous nica said...

oi de!!!
acabei de descobrir seu blog!
adorei os textos! o do msn entao... a mais pura verdade!
por falar em msn, me adiciona aí (nicolesantos@hotmail.com)
eu ja tive um blog, mas acabou dando em confusao, comentarios d gente anonima que nao tinha mais o que fazer, sabe!? mas adorava ter um espaco para conseguir expressar meus sentimentos melhor. hoje em dia tenho um fotolog com a minha melhor amiga. qualquer dia passa la!
beijao
nica

7:54 PM  
Blogger Jane said...

Oi Dê, estou adorando os teu textos... esse do chama louco é bem real...
BEIJO
JANE

4:43 PM  
Anonymous Gi said...

Dê,

Pelo amor de deus: DESLIGAAAAAAAAA!!! O pior é quando o chama louco em si é meio esquizofrênico-paranóico... Liga e desliga nas horas mais impróprias, como bem entende, e nem dá satisfação! Puuutz... Mas bem que os chama-loucos já renderam muuuuitas risadas, heim, amigona?! Beijão

5:05 AM  

Postar um comentário

<< Home